29 de jul de 2011

Novo biomaterial permite reconstrução da face sem cirurgia


Um grupo de pesquisadores da Universidade Johns Hopkins criou um biomaterial capaz de permitir a reconstrução de estruturas mais delicadas, como o rosto humano, sem a necessidade de cirurgias. O material, que contém componentes sintéticos e biológicos, pode ser injetado sob a pele como um líquido, massageado até alcançar o molde desejado e, aí sim, permanentemente fixado por meio de exposição à luz.
O novo tipo de transplante criado por Alexander Hillel e seus colegas promete acabar com deformidades e estresses emocionais causados por tecidos e ossos metálicos ou plásticos que já existem no mercado. O biomaterial é uma mistura de ácido hialurônico, um material biológico já utilizado no implante de tecidos moles, e glicol polietileno, um material sintético.
Depois de injetado e exposto a uma luz de comprimentos de onda específicos, o emaranhado confuso de cadeias de polímeros no implante líquido consegue ser reorganizado de uma forma estável, enrijecendo o implante.
O fato do implante utilizar luz LED, que é visível, é muito importante, de acordo com Farshid Guilak, professor de ortopedia e engenheiro biomédico na Universidade de Duke. “Luz visível é muito mais segura do que luz UV, que pode causar muitos efeitos colaterais, como danos ao DNA e morte das células”.
Ali Khademhosseini, professor substituto da Divisão de Ciência e Tecnologia de Hardvard, diz que o estudo já está sendo feito em seres humanos.
A luz LED utilizada penetra pelo menos quatro milímetros na pele e demora só dois minutos até o fim da exposição para estar completamente fixada no lugar. Não há efeitos colaterais, prometem os médicos envolvidos na pesquisa.
fonte:techtudo

Nenhum comentário:

Postar um comentário