30 de ago de 2011

5 dicas como escolher uma boa academia

Se você resolveu aposentar os pijamas e enfrentar de vez uma academia, saiba o que você deve levar em conta ao escolher uma. O ambiente, além de agradável, deve ter bons profissionais, que farão com que você se sinta ainda mais motivada.

1 - Pergunte quantas vezes os aparelhos passam por manutenção e são limpos. A limpeza deve ser diária e a manutenção, pelo menos mensal.
2 – Quando lhe mostrarem a instalação do local, preste atenção à manutenção geral, veja se os equipamentos cardiovasculares estão ultrapassados e inspecione a limpeza dos vestiários e banheiros.
3 – Se o gerente tentar seduzir você com aulas de Pilates e ioga, pergunte sobre taxas extras. Muitos lugares fazem você pagar mais por esse tipo de serviço.
4 – Academias matriculam mais alunos do que podem absorver, na esperança de que muitos deles faltarão. Se apenas 20% dos sócios aparecessem ao mesmo tempo, a maioria das academias não teria espaço ou equipamentos para atendê-los. Pergunte quais são os horários mais concorridos e apareça nessa hora para ver se o lugar fica apinhado demais para o seu gosto.
5 – Os personal trainers de algumas academias recebem comissão mais uma pequena taxa por hora. Assim, cuidado com os que o perseguem para você se inscrever em uma sessão – é possível que estejam sendo pressionados para cumprir alguma cota de vendas. Você também deve perguntar a esses profissionais quais qualificações eles têm e conversar com alunos que já trabalharam com eles.


Fonte: Dicas Secretas – Reader’s Digest

28 de ago de 2011

A melhor proteína time-release, segundo Rodolfo Peres



A melhor opção de proteína time-release na suplementação, é a caseína, ideal para tomar antes de dormir, dando suporte protéico durante o sono, evitando o catabolismo e contribuindo para o suporte muscular, sua digestão pode demorar mais do que o dobro do tempo para ocorrer a síntese protéica e absorção dos aminoácidos pelo organismo, ou seja, enquanto o whey pode se manter até 3 horas, a caseína pode alcançar até 7 horas de ação!!! isso acontece porque a caseína é sensível ao Ph ácido do estômago fazendo com que sua absorção seja gradativa prolongando assim a liberação dos aminoácidos na corrente sanguínea, além disso a caseína tem um conteúdo de glutamina muito alto em torno de 20,5%, concentrações altas de glutamina, ajudam muito a manutenção e evolução do músculo em fase de treinos intensos e dietas restritas.

QUAL A MELHOR PROTEÍNA PARA SE UTILIZAR NOS TREINOS???


WHEY PROTEIN

Sem dúvida a whey protein é o suplemento mais vendido atualmente. Todo esse destaque é merecido, visto que essa proteína, proveniente do soro do leite, apresenta efeitos positivos no combate de alguns tipos de câncer, ação antioxidante (glutationa - excelente para aperfeiçoar o processo de recuperação), estimula a síntese protéica (rica em leucina), dentre outros efeitos. Um benefício da whey protein não muito comentando e muito importante, seria a capacidade de aumentar o fluxo sanguíneo para os músculos. A whey contém peptídeos que inibem certa enzima (ACE) que possui ação vasoconstritora. Isto proporciona um maior fornecimento de nutrientes, hormônios anabólicos (GH e testosterona) e oxigênio para os músculos durante o exercício. O resultado seria um melhor desempenho durante o treinamento e uma ótima recuperação/regeneração após.
Devido a sua capacidade de serem absorvidos rapidamente, os melhores horários para o uso de whey protein seriam: desjejum, logo antes e logo após o treino. Dentre as formas desse suplemento encontradas no mercado (concentrada, hidrolisada, isolada, isolada micro particulada), a hidrolisada e a isolada micro particuladas são as que possuem a maior velocidade de absorção.

 

CASEÍNA MICELLAR

Cerca de 80% da proteína do leite é caseína. Possui grande concentração de glutamina, que possui inúmeros benefícios para um indivíduo engajado em um treinamento intenso, fortalecendo o sistema imune e estimulando a síntese protéica. A caseína é conhecida pela sua velocidade de absorção mais lenta do que a whey protein, sendo perfeita para ser utilizada como complemento protéico derefeições intermediárias e antes de dormir. Alguns estudos apresentam benefícios em utilizar caseína micellar em conjunto com whey protein imediatamente após o treino. Inclusive alguns bodybuilders de sucesso, vêm utilizando essa fórmula e afirmam obter grandes resultados.

 

PROTEÍNA DO LEITE ISOLADA

Este suplemento (milk protein) apresenta os benefícios protéicos do leite (caseína e whey protein), com remoção de praticamente toda lactose e gordura encontradas no leite. Fornece geralmente cerca de 85% de proteína, apresentando uma velocidade de absorção mais lenta do que a whey protein. Portanto, é uma excelente escolha para ser utilizada nas refeições intermediárias e antes de dormir.

 

PROTEÍNA DA CLARA DO OVO - ALBUMINA

Apesar de já ter tido seus anos de glória, a albumina ainda pode ser muito bem utilizada, visto seu alto valor biológico. A albumina é rica em BCAAS e em arginina, auxiliando respectivamente na síntese protéica e no estímulo a produção de óxido nítrico. A clara do ovo contém mais de 40 diferentes tipos de proteína, mas cerca de 55% é albumina. Possui uma absorção mais rápida do que a caseína micellar e mais lenta do que a whey protein. Pode ser muito bem utilizada nas refeições intermediárias e/ou antes, de dormir (com caseína). A albumina é muito conhecida por seus efeitos quanto ao aumento da flatulência. Uma sugestão seria mastigar muito bem os alimentos se estiver usando essa suplementação. Com isto, a ingestão de ar reduziria consideravelmente. Como tudo que entra, tem que sair... Bom, façam o teste e verão que funciona.

 

PROTEÍNA DA SOJA

Muitos adeptos da musculação simplesmente desprezam a proteína de soja devido à presença de fitos estrógenos, com o medo de reduzir a produção endógena de testosterona. Diversos estudos já comprovaram de que esta relação é uma falácia. A proteína isolada de soja é uma excelente fonte protéica, inclusive do aminoácido arginina. Este aminoácido auxilia nos níveis de óxido nítrico e hormônio do crescimento.
Também possui uma excelente concentração de antioxidantes. Em períodos de redução da gordura corporal, a proteína isolada de soja apresenta um ótimo papel, visto que apresenta um auxílio no controle do apetite e melhor ajuste dos hormônios tireoidianos. Apresenta velocidade de absorção mais lenta do que a whey protein e mais rápida do que a caseína. Alguns estudos demonstram que sua utilização pode ser bem útil em conjunto com a whey protein tanto no período pré como no período pós treino. O uso no período pré-treino se justificaria devido à presença de arginina e o uso no período pós-treino devido à presença dos antioxidantes. Uma outra dica seria o uso de proteína isolada de soja em conjunto com caseína micellar e albumina nas refeições intermediárias, fazendo portanto, um mix protéico da mais alta qualidade.


* Artigo do nutricionista desportivo Rodolfo Peres

Conquistar um corpo sarado é o sonho de qualquer malhador de carteirinha. Mas, para construir músculos e detonar gorduras, não basta boa vontade. É preciso técnica. O treinador Waldemar Guimarães, é categórico:
Esqueça aquelas fichas estanques de treino. Não há nada que diga que três séries de oito repetições é o ideal para hipertrofia (aumento de massa muscular). Não somos máquinas, temos limites diferentes. O treino ideal é mais instintivo do que mecânico – ressalta ele, Conceituado treinador de atletas de fisiculturismo, Guimarães trabalha com um conceito subjetivo e não numérico. É adepto do programa Intensidade Total e foca seus treinos nas escalas de intensidade trabalho submáximo, falha e falha total.


Conceitos de treino de Waldemar Guimarães

Trabalho submáximo: a série deve ser suspensa quando se inicia a dificuldade, ou seja, antes que haja a ação excessiva de outro músculo, a não ser o motor primário. A respiração permanece normal, e o atleta executa o movimento corretamente da primeira à última repetição. 
Indicação: atletas iniciantes e quando o objetivo é definição muscular sem hipertrofia.
**************************************
Falha: a série deve ser suspensa quando o atleta chega à falha concêntrica do movimento, ou seja, tem dificuldade para executar a repetição seguinte corretamente. A respiração aumenta, devido à deficiência de oxigênio, e ocorre um pequeno acúmulo de lactato na musculatura alvo, o que causa sensação de ardência. 
Indicação: principalmente para atletas intermediários que têm objetivo de hipertrofia.
**************************************
Falha total: ao chegar à falha concêntrica do movimento, o atleta chama um parceiro de treino para ajudá-lo a fazer algumas repetições a mais (de três a quatro). É o chamado trabalho ajudado ou roubado. Nessa fase, todas as unidades motoras que poderiam ser acionadas já foram recrutadas e a fadiga dificulta a execução do movimento. A deficiência de oxigênio faz aumentar ainda mais a intensidade da respiração e o atleta tem grande dificuldade para realizar o exercício. 
Indicação: atletas de alto nível com o objetivo de hipertrofia.
**************************************

- Um treino eficiente de musculação não deve durar mais do que 45 minutos.

- Trabalhe com qualidade de execução dos movimentos, não de carga.

- Para ser eficaz, o treino deve ser intenso do início ao fim. A regra é: treine duro, mas treine breve.

- O movimento do exercício deve ser acelerado ao máximo na fase positiva. Na fase negativa (movimento de volta), deve-se desacelerar, controlando o movimento.

- Se o objetivo é hipertrofia, o descanso entre as séries deve ser o mínimo possível.

- Se a finalidade é definição muscular, sem aumento de massa, a pausa entre as séries pode ser de até três minutos.

- Para emagrecer, o ideal é apostar em alto volume de repetições e, consequentemente, uma carga razoável.

- Descanse seus músculos. Não repita o mesmo treino em dias seguidos.

- Não confunda dor tardia por causa do exercício com dor crônica causada pelo excesso de sobrecarga ou de movimento.

- Os resultados dependem de frequência, duração e intensidade do treino, além de uma alimentação equilibrada.

25 de ago de 2011

Confira matéria com Dany Castro na SuplementAção!


<iframe width="420" height="345" src="http://www.youtube.com/embed/nkPoQ5wI9R8" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Daniele Castro! 2ª Colocada do Desafio SuplementAção.

Confira a primeira mulher do Desafio SuplementAção, Dany nos conta um pouco do seu treino e dieta.

O restante dessa super matéria você confere na Edição nº14 da Revista SuplementAção!Nas bancas!

Dany optou por séries mais curtinhas e cargas mais elevadas.

TREINO A - PEITO, OMBRO,TRÍCEPS 
Supino Reto
Supino Inclinado
Elevação Lateral
Desenvolvimento Dumbell
Elevação Frontal
Tríceps Máquina (pegada fechada)
Tríceps Testa (barra reta)
Tríceps (barra reta) 


TREINO B - PERNAS COMPLETAS 
Mesa Flexora 
Stiff 
Agachamento Total (smith) 
Squat (45°) 
Cadeira extensora 
Cadeira adutora 
Cadeira abdutora (inclinada) 
Gêmeos Sentado 
Gêmeos no Hack ou no Leg Horizontal 


TREINO C - COSTAS, BÍCEPS, GLÚTEOS 
Remada Curvada Aberta
Serrote
Pulley Costas (aberta)
Crucifixo Invertido (dumbell)
Rosca Inversa
Rosca direta
Rosca Lift (alternada)
Afundo
Glúteo Estendido (banco)
Elevação pélvica unilateral 


Dieta da Dani 
Café da manhã 
Panqueca, banana com aveia ou 1 fatia de pão integral com queijo branco (1 fatia) ou cottage (2 col sopa) ou creme de ricota (1 colher sopa rasa) 
1 fruta 

Lanche da manhã 
1 iogurte desnatado 
1 colher (sobremesa) linhaça dourada 

Almoço 
Folhas cruas (à vontade), 4 colheres (sopa) de vegetais crus ou cozidos 
1 colher de (sobremesa) azeite 
1 filé médio de frango ou 1 posta média de peixe, ou 1 ovo ou omelete 
3 colheres de sopa de arroz integral, 7 grãos ou 1 colher (rasa) de purê de batatas ou massa integral ao sugo ou 1 porção de mandioca ou mandioquinha cozida 
Feijão, ou grão de bico ou ervilha ou lentilha 
1 porção ou unidade pequena de fruta (preferencialmente cítrica) 

Lanche da tarde I 
Iogurte desnatado 
150ml de suco de soja light com cálcio 

Lanche da tarde II 
2 castanhas do pará 
2 damascos secos ou 1 colher de uva passa 

Jantar (no máximo 45 min. após o treino) 
Folhas cruas (à vontade) 
Folhas cruas (à vontade), 4 colheres (sopa) de vegetais crus ou cozidos, 
1 colher de (sobremesa) azeite, ou 3 colheres de (sopa) atum em água ou 1 fatia média de queijo branco 
2 colheres (sopa) de arroz integral ou 7 grãos ou ½ colher purê de batatas, ou 3 colheres (sopa) de milho, ou pizza de frigideira (até 70cal. por porção) ou fruta (1 porção ou unidade) 

Confira o blog da Dany! 
http://queriaserabettyboop.blogspot.com/ 



fonte: revista Suplementação

22 de ago de 2011

regime sem sofrimento


Se perda de peso viesse em pílulas, os efeitos colaterais descritos na bula incluiriam "Pode causar mau humor" e "Alguns usuários experimentaram perda de amigos". Afinal, isso é o que acontece quando você passa fome e foge dos eventos sociais para não cair em tentação. Esses efeitos colaterais são não apenas irritantes como sabotadores do regime. O Centers for Disease Control and Prevention, nos EUA, descobriu que pessoas que transformavam tais adversidades em desculpas eram 76% menos propensas a emagrecer do que aquelas que encontravam solução para os problemas. Aprenda a vencer a batalha contra esses inimigos da boa forma.

Perca peso, não amigos
Imagine estar num bar em que todos, sem exceção, tomam cerveja e lambuzam as mãos com frango à passarinho enquanto você bebe água com limão e come uma barrinha de cereal. Melhor ficar em casa, certo? Errado. Para Solange Saavedra, gerente técnica do Conselho Regional de Nutricionistas, de São Paulo, o excesso de rigidez pode ser prejudicial a longo prazo. "Em ocasiões especiais, como almoços em família, aniversários, casamentos e confraternizações com os amigos, você deve comer com prazer e sem culpa", afirma. "Se algum quilinho extra aparecer, logo será perdido na volta aos hábitos normais de alimentação."

Perca peso, não tempo
Num recente estudo americano, 41% das mulheres disseram não se alimentar direito por falta de tempo. Gastar 1 ou 2 horas nas compras no fim de semana e na cozinha para preparar os alimentos (picar legumes e verduras, fazer marinadas) vai não apenas economizar tempo como quilos a longo prazo. Uma pesquisa conduzida pelo Centers for Disease Control and Prevention descobriu que 40% das pessoas que perderam uma quantidade significativa de peso, e mantiveram as medidas, preparam um cardápio semanal. "Quando você não planeja as refeições, tende a ingerir qualquer coisa que estiver por perto, normalmente comidas hipercalóricas", diz Elizabeth Ricanati, fundadora do Lifestyle 180 Program, da Clínica Cleveland, nos EUA.

Perca peso, não músculos
O desespero para afinar a silhueta é tamanho que você apostou todas as fichas na queima de calorias com exercícios aeróbicos — corrida na esteira duas vezes por semana, bike indoor três vezes e, para atenuar o impacto nas articulações, hidroginástica duas. A musculação, de uma vez por todas, ficou de lado. Mas, se quer perder peso sem atrelar a prática cardiovascular a exercícios de força, corre o risco de queimar os próprios músculos em vez da indesejada gordura. "Em comparação com a gordura, os músculos precisam de duas vezes mais energia para se manter", afirma Donald Hensrud, professor de medicina preventiva da Faculdade de Medicina da Clínica Mayo, nos EUA. Faça musculação em forma de circuito, porque, além de enrijecer a musculatura e proteger as articulações das lesões, a modalidade aumenta a queima calórica. Para completar, invista no consumo de carboidratos e proteínas para recompor os músculos no pós-treino. A nutricionista Tarcila Beatriz Ferraz de Campos, mestre em ciências com ênfase em fisiologia endócrina pela USP, sugere sanduíche de peito de peru e queijo branco e suco de abacaxi; arroz com brócolis, filé grelhado e salada; pão sírio, rosbife e salada; ou torrada, requeijão light e suco de fruta. 

Perca peso, não o bom humor
Quando você reduz o carboidrato da dieta, induz no corpo uma queda na produção de serotonina, substância ligada ao bem-estar. Resultado: humor de TPM o mês inteiro. Para não ganhar o troféu ranzinza no escritório, aposte em uma dieta balanceada. "Refeições desequilibradas, compostas somente de carboidratos refinados, por exemplo, deixam a taxa de açúcar no sangue flutuante, o que faz com que a mulher se irrite", diz Caroline Apovian, diretora da nutrição do Boston Medical Center, nos EUA. Solange Saavedra recomenda a ingestão de grãos integrais, ricos em aminoácidos precursores da serotonina, a substância do bem-estar. "Vegetais de cor verde-escura também fornecem vitaminas do complexo B, que interagem com os neurotransmissores, espantando a sensação de desânimo", afirma.

Perca peso, não o brilho do cabelo
Usar bons xampus e condicionadores, aparar as pontas e fazer tratamentos no salão não é o bastante para manter o brilho dos fios. "Os cardápios com poucas calorias são frequentemente deficientes em nutrientes", diz Mariana. A máxima "A beleza vem de dentro", neste caso, é mais do que verdadeira. Segundo a médica Elisabete Fernandes Almeida, com especialização pela Universidade Harvard, nos EUA, a solução para manter o cabelo bonito e com brilho é apostar em cinco nutrientes:

• Magnésio: é essencial na formação de proteínas como a queratina, que constitui os fios. Está presente em frutos do mar, abacate, melão, abacaxi, carambola e nozes. 
• Cálcio: a falta dele causa cabelos finos e quebradiços. Devem fazer parte da dieta leite e derivados, tofu, salmão e sardinha. 
• Sódio: ajuda no controle de água de dentro dos fios, dando brilho. Presente em frutos do mar, tomate, aipo e tofu. 
• Potássio: mantém a flexibilidade e a hidratação do cabelo. É encontrado em carnes magras, banana, pepino, uva, amêndoa e semente de girassol. 
• Zinco: dá força aos fios. Presente em carne, cogumelo, ovo, ostra e germe de trigo.

Excesso de carboidrato refinado deixa a taxa de açúcar flutuante, o que aumenta a irritação. Consuma grãos integrais para espantar a sensação de desânimo

Perca peso, não a facilidade da digestão
Uma vez que o carboidrato está de volta à mesa (você aprendeu que não pode cortá-lo), é preciso atenção ao escolher o alimento fonte do nutriente. "Sempre opte pelas formas integrais, pois elas têm alto teor de fibras, vitaminas e minerais", explica Mariana Klopfer, especializada em nutrição esportiva, metabolismo e qualidade de vida da Clínica Nutricius, em São Paulo. E por que os integrais são tão importantes em uma dieta? Pelo simples fato de que as fibras alimentares — termo técnico utilizado para denominar as partes dos vegetais que resistem ao processo de digestão — auxiliam a função intestinal, prevenindo a prisão de ventre. "Recomendo grãos integrais como parte de uma dieta saudável, já que também elevam o poder de saciedade", diz Mariana. Seu prato ou lanche devem também estar sempre recheados de frutas, verduras, feijão, grãos integrais, além de peixes, aves e carnes magras. 

Perca peso, não o café da manhã 
Pular o desjejum para economizar calorias é uma das estratégias mais equivocadas que você pode cometer. "A primeira refeição do dia auxilia no suprimento energético fundamental ao bom desempenho físico e mental, especialmente quando não se realiza uma adequada reposição no jantar anterior", afirma Letícia Azen Alves Coutinho, nutricionista do Rio de Janeiro e mestre em ciência da motricidade humana. "Em dietas, é importante não permitir que o organismo sinta fome. Portanto, vale a tradicional regra de comer de 3 em 3 horas", diz Priscila Spiandorello, nutricionista funcional da Clínica Carla Albuquerque de Dermatologia, em São Paulo. Priscila recomenda quatro opções de café da manhã:

1 • 
omelete de 2 ovos com 1 fatia de peito de peru light e 1 copo de suco de cenoura com morango. 
2 • sanduíche de pão integral com 1 col. (sopa) de cream cheese light, ½ mamão papaia com 1 col.(sopa) de granola e 1 col. (sobremesa) de óleo de coco extravirgem. 
3 • 1 pão francês integral na chapa e 1 copo de leite de soja batido com morangos e 1 col. (sopa) de farelo de aveia. 
4 • 1 copo de suco verde, 1 banana amassada com 1 col. (sopa) de farinha de linhaça e 1 col. (chá) de canela em pó.
 

 

14 de ago de 2011

12 passos para fazer musculação

Você, como a maioria das mulheres, provavelmente não sonha com um bíceps de 50 cm de diâmetro ou com pernas mais fortes do que as do seu amado. Mas nem por isso deveria fugir da sala de musculação.

Além de valorizar suas curvas - e deixá-las sexy no biquíni -, levantar peso tem uma vantagem imensa sobre inimigos femininos bastante conhecidos: a gordura, o estresse, as doenças do coração e o câncer.

Continua na dúvida? Listamos 12 razões para você trocar a cadeira do computador pelo banco de supino.



1. Você perderá 40% mais gordura.

Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, nos EUA, dividiram pessoas em dieta em três grupos - o sedentário, o que fazia apenas exercícios aeróbios e o que seguia um treino aeróbio e de força. Todos perderam cerca de 9 kg, mas aqueles que praticaram musculação eliminaram quase 3 kg a mais de gordura do que os demais. Por quê?

A perda dos que fizeram musculação era constituída praticamente de gordura, enquanto os demais queimaram gordura e músculos. Menos massa muscular pode até baixar o ponteiro da balança, mas deixa você propensa a ganhar de volta o pneuzinho que perdeu.

Entretanto, se você puxa ferro e faz dieta, seus músculos recém-conquistados ficam protegidos e a queima de gordura se eleva.



2. Suas roupas vestirão melhor.

Dos 30 aos 50 anos, as mulheres estão propensas a perder 10% da massa muscular, e os músculos tendem a ser substituídos por gordura. Essa condição leva ao aumento do tamanho da cintura, já que 1 kg de gordura ocupa 18% mais espaço do que 1 kg de músculo.


3. Sua queima calórica aumentará.

Fazer musculação eleva a queima de calorias até quando seu bumbum está afundado no sofá. Isso porque, após cada treino de força, seus músculos precisam de energia para reparar as fibras lesionadas. "Até 24 horas depois do exercício, o organismo continua estimulando a musculatura a queimar gordura, o que mantém o metabolismo acelerado", explica Luciana Caetano, consultora de desenvolvimento da rede de academias Contours, no Ceará.



4. Você lidará melhor com o estresse.

Quem pratica exercícios apresenta menor nível de cortisol, hormônio liberado em resposta ao estresse. Ademais, em situações estressantes, a taxa de pressão arterial de pessoas com mais músculos volta ao normal mais rapidamente do que as de pessoas com pouca massa magra.



5. Você será mais feliz.

Nem só a ioga a deixa zen. Pesquisadores descobriram que mulheres que fizeram musculação três vezes por semana, durante seis meses, melhoraram sua pontuação ao medir os níveis de raiva e de humor.



6. Seus ossos ficarão fortes.
Conforme você envelhece, sua massa óssea se desmantela, o que aumenta suas chances de um dia sofrer uma fratura. Em quatro meses, um treino de força é capaz de aumentar a densidade óssea do quadril e os níveis de osteocalcina no sangue - um marcador de crescimento ósseo - em 19%. "Todos os exercícios que usam carga fortalecem o sistema osteomuscular, mas o mais eficaz é a musculação", diz Luciana Caetano.


7. Você vai entrar em forma rápido.

Uma série de musculação pode proporcionar benefícios cardiovasculares semelhantes àqueles gerados na prática do exercício aeróbio (como natação, corrida e bicicleta) - dessa forma, você economiza tempo sem sacrificar os resultados.



8. Seu coração ficará mais saudável.

Pesquisadores da Universidade de Michigan, nos EUA, descobriram que quem fazia três treinos com peso semanalmente, durante dois meses, tinha a pressão arterial diastólica diminuída em oito pontos. Isso é o suficiente para reduzir o risco de sofrer um derrame em 40% e de ser acometida por um ataque cardíaco em 15%. Além disso, a musculação reduz os níveis do colesterol e triglicérides.



9. Você será mais produtiva.

Levantar peso pode resultar em um aumento de salário. Pesquisadores descobriram que voluntários eram 15% mais produtivos no trabalho nos dias em que se exercitavam comparados aos dias que não olhavam para os halteres. Segundo o estudo, quando você malha, é possível terminar em 8 horas uma tarefa que normalmente exigiria 9 horas e 12 minutos de dedicação.


10. Sua vida será longa.

Pesquisadores da Universidade da Carolina do Sul, nos EUA, revelaram que, quanto maior a força corporal, menores os riscos de morrer em decorrência de câncer e doenças cardiovasculares. Também descobriram que ser forte está associado a "uma sobrevivência excepcional", ou seja, viver até os 85 anos sem doenças sérias.



11. Você ficará mais inteligente.

Pesquisadores brasileiros descobriram que seis meses de trabalho muscular resultaram em melhor memória, raciocínio verbal e poder de atenção nos levantadores de peso.



12. Ficará mais fácil fazer dieta.

O exercício ajuda o cérebro a manter um plano de dieta. Pesquisadores da Universidade de Pittsburgh, nos EUA, estudaram 169 adultos com sobrepeso e descobriram que quem não seguiu um treino de 3 horas por semana ingeriu mais do que 1 500 calorias por dia.



fonte:mdemulher

Menstruação X Academia


Durante o treino na academia durante o período menstrual nós, mulheres, precisamos ficar atentas quanto fator hidratação, uma vez que nesse período perdemos muito sangue, uma média de 450 ml por dia, e observa-se que a perda de glóbulos vermelhos afeta o desempenho nos treinos, pois esses glóbulos são os responsáveis pelo transporte das moléculas de oxigênio

Outra dica para também facilitar a sua ida academia seria utilizar dois absorventes ao mesmo tempo, um externo e um interno, e optar por usar uma calça ou short mais justinho, pois assim não corre o risco do absorvente sair do lugar.

Num primeiro momento você pode até ficar desanimada para sair de casa (como eu!), porém depois com a prática dos exercícios, você desejará ficar na academia.

Com isso tudo deu para perceber que não só pode como deve-se malhar durante a menstruação, sem contar que os exercícios aliviam as cólicas porque ativa o sistema circulatório, sem falar que você afasta o mau humor, a fadiga e até dorme melhor



fonte:belezapedagogica

7 de ago de 2011

Brasileira gasta 35 minutos por dia cuidando do cabelo


Em agosto de 2011 o IBOPE, em parceria com a Unilever, divulga pesquisa que comprova a estreita relação das brasileiras com o cabelo. O estudo "Brasileiras e os Cabelos" aponta, entre outros dados, que as mulheres gastam, em média, 35 minutos diários apenas cuidando dos fios.

A pesquisa foi feita com 400 mulheres das classes A, B e C - entre os dias 17 de junho e 6 de julho de 2011 - nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre.

Ela mostra que o cabelo é parte essencial no ritual de beleza da brasileira: 37% das entrevistadas usam creme de pentear e de tratamento; 72% afirmam gostar de cuidar do cabelo; 74% acham que com o cabelo bonito se sentem confiantes; 86% acham interessante saber mais sobre benefícios de produtos para cuidar dos fios; e para 37% ir ao salão é uma necessidade.



Transformações:


Fazer mudanças nas madeixas é outro fator que marca a beleza atual das brasileiras. Mais da metade das mulheres entrevistadas (58%) confessa estar com o cabelo diferente do natural. Dessa parcela, 49% buscaram cabelos mais lisos. E os alisamentos, como a escova progressiva, são feitos na maioria das vezes (93%) com cabeleireiros.
Danos:


Apesar de tantas mudanças as brasileiras têm consciência dos danos que elas podem vir a provocar nos cabelos. Das entrevistadas, 47% admitem que as transformações são as vilãs do cabelo saudável.


O ressecamento é a maior preocupação de quem faz coloração (45%), luzes (55%), relaxamento (36%) e alisamento (34%). Alisamentos químicos feitos em casa causam ainda mais preocupação para as mulheres que o fazem, sendo a queda de cabelo (63%) a principal delas. Para reparar os danos, as brasileiras recorrem, sobretudo, à hidratação (71%).


Sobre os danos por estação do ano, 88% concordam que os fios costumam ser menos saudáveis durante o verão devido ao cloro da piscina e maior exposição aos raios solares. Já no inverno, a água quente é considerada a pior inimiga do cabelo.
Transformações por coloração também são muito comuns, sendo que 86% das entrevistadas já tingiram os cabelos. Das que tingiram, 45% o fazem mensalmente, sendo o loiro o principal tom (74%).  

fonte:mdemulher/cabelos

Massagear o parceiro faz bem:




• Aumenta a intimidade e o envolvimento do casal.
• Aguça a sensibilidade.
• Estimula vários pontos energéticos do corpo.
• Desperta a libido (vontade sexual).
• Provoca orgasmos muito mais intensos.
• Transforma uma noite simples em inesquecível.
• Ajuda em distúrbios, como frigidez, para as mulheres, e disfunção erétil, para os homens.

enlouquecer um homem na masturbação



A masturbação é tão importante quanto o sexo - e também pode ser muito prazerosa. Confira dicas da personal sex trainer Lu Riva para você enlouquecer o seu parceiro com a masturbação. Arrase na cama!

1. Passe  o lubrificante ou o óleo de massagem por todo o pênis, do início até a glande. Segure na base do pênis, exercendo certa pressão, e suba as mãos fazendo leves torções.

2. Pegue delicadamente nos testículos, ora massageando suavemente, ora dando leves puxõezinhos. Intercale o movimento com as torções.

3. Arranhe levemente a pelve com a ponta dos dedos. Passe a mão em volta do pênis, pelos testículos, pela parte interna da coxa...
4. Dê pequenos puxões no pênis, da base até a cabeça, como se fosse um alongamento. Segure a base fazendo pressão e vá subindo a mão devagar.

5. Para prolongar a ereção dele, faça um semicírculo com os dedos na base do pênis e aperte ligeiramente.

fonte:mdemulher

5 de ago de 2011

Benefícios do sexo


Em 2010, o então Ministro da Saúde, José Gomes Temporãoalertou os brasileiros para os benefícios do sexo para controle da hipertensão e doenças cardiovasculares em geral. Agora, uma pesquisa realizada pelo Hospital Estadual de Boston, nos Estados Unidos, descobriu mais algumas vantagens para a saúde obtidas através do prazer.
Os médicos constataram que durante o verão os níveis de testosterona chegam a dobrar, o que aumenta e muito a libido. A notícia não parece ser novidade para os brasileiros, que tem um "calor humano" maior que os gringos. Mas além disso, também foram notadas diferenças significativas em outros campos.
O sexo funciona como poderoso sedativo, que auxilia no sono e também na sensação de relaxamento, obtida através do orgasmo. "Uma endorfina é a serotonina, conhecida como o hormônio da felicidade, o outro é a endorfina endógena, que cria, através do orgasmo, um sentimento de felicidade durante cinco a dez segundos nos homens - e até quatro ou cinco minutos em mulheres, o que é excelente para saúde mental", explicou um dos médicos.
O relaxamento muscular proporcionado pelo sexo também pode ajudar a detectar alguma doença nos olhos, já que os olhos não precisam fazer nenhum esforço que pode passar despercebido cotidianamente.
Quem faz mais sexo - parece óbvio - também tem mais chances de engravidar. Mas a pesquisa explica que a frequência ajuda a melhorar a qualidade do esperma nos homens, além de ajudar a diminuir a incidência de câncer de próstata neles e de incontinência urinária nelas, por causa do exercício do músculo pélvico.

fonte:bolsademulher

O que conversar com uma mulher – Falta de assunto


 É muito comum ouvir das pessoas que falta assunto quando se vai conversar com uma desconhecida, e ainda mais quando é uma desconhecida bonita e gostosa – como a loira da foto.
O fato é que pessoas que normalmente são interessantes para os amigos  e família e nessas situações ficam travado e sem assuntos, por isso não conseguem avançar para seduzir ou simplesmente para conhecer novas pessoas “interessantes”.
Confesso que fiquei um bom tempo para conseguir quebrar essa barreira e não ficar com espaços entre as conversas, mas aprendi que eu estava pensando muito para falar. Faça o teste. Fale o que vier na cabeça, não importa o que seja apenas fale. Descobri isso quando assisti a um seminário do Tyler dentro do DVD do David DeAngelo.
Comente do local, das pessoas, como as pessoas estão. Mulheres adoram comentar sobre as outras pessoas (não necessariamente de forma pejorativa), da roupa e do comportamento.
Fale da linguagem corporal  do outros, brinque com isso. É um ótimo quebra-gelo para quando ficar sem assunto e abrir caminho para outros tópicos. É só uma dica, mas é um bom começo para você prestar a atenção em outros detalhes.

3 de ago de 2011

o novo gloss de efeito plastificado que é uma das apostas para o verão


Depois de dominar a maquiagem por várias temporadas, o batom seco e opaco sai de cena e dá lugar à boca “glossy”. Esse é o nome dado ao efeito vitrificado ou plastificado dos lábios, que lembra a superfície da maçã do amor, e é conseguido com a aplicação de um batom de cor intensa seguida de gloss. “O look foi destaque em alguns desfiles das semanas de moda de Paris e Milão, como o da Hermès e da Gucci, e é uma releitura da década de 1970, a era disco, que ficou conhecida como a geração dos apaixonados por moda e glamour”, diz a maquiadora Penélope Beolchi, da agência Pink Mgt, em São Paulo.
Isso ajuda a explicar porque o visual combina com mulheres de atitude. “Quem é discreta ou básica dificilmente vai se sentir bem com o brilho exagerado da boca ‘glossy’”, afirma o maquiador Lau Neves, da agência Capa Mgt, em São Paulo. Concorda com ele a maquiadora Vanessa Rozan, do Liceu de Maquiagem, em São Paulo. “Quem tem estilo marcante pode até optar por um gloss com glitter e caprichar no make dos olhos, usando máscara para cílios, delineador e sombra, que não vai ficar 'over'”, garante ela.
Quem ensina é a maquiadora Penélope Beolchi:
Passe uma base líquida ou cremosa sobre os lábios
Refaça o contorno labial usando um lápis da mesma cor do batom
Aplique o batom
Retire o excesso de produto com um lenço de papel
Reaplique o batom
Espalhe o gloss transparente ou do mesmo tom do batom tomando o cuidado de garantir que uma maior quantidade do produto fique acumulada no centro do lábio – assim, o efeito fica ainda mais plastificado

Três regras para não errar
Como a boca fica carregada de produto, o ideal é reservar a produção para ocasiões especiais e em que o objetivo seja se destacar, como uma festa glamourosa ou uma balada; nunca para um encontro romântico ou no trabalho.
Outros dois cuidados que se deve ter ao apostar na tendência é o de manter o cabelo preso, para que os fios não encostem na boca; e cobrir as imperfeições da pele. Caso contrário, os lábios vitrificados podem acentuar olheiras, manchas, espinhas, cicatrizes, vasinhos e poros abertos. Para chegar lá, Vanessa Rozan recomenda aplicar primer no rosto inteiro e, depois, um iluminador cremoso ou hidratante com brilho nas têmporas, no dorso do nariz e no contorno do lábio superior. “A base líquida ou cremosa vem na sequência e deve ser espalhada com pincel, indo do centro da face para fora. Se ainda assim algum defeitinho estiver aparecendo, apele para o corretivo líquido”, completa a maquiadora. Finalize com pó compacto para retirar o brilho e garantir que o foco fique na boca.
Já para prolongar o efeito plastificado, só mesmo retocando o make com frequência. Daí a importância de, além do batom e do gloss, levar a tiracolo hastes flexíveis e demaquilante, caso erre a mão.

fonte:uol